O Saeme estabeleceu um cronograma de 12 meses para a implementação da sua primeira fase. Confira abaixo os prazos previstos para cada etapa:

Etapa inicial (julho a setembro de 2015) - Considerando a apresentação e aprovação do projeto em junho de 2015, foi aberta inscrições para instituições de ensino se candidatarem, voluntariamente ao processo de acreditação. No mesmo período o instrumento de avaliação do SAEME foi aberto à consulta pública, da qual sugestões foram incluidas, gerando sua versão final.

Etapa intermediária (outubro a dezembro de 2015) – Serão abertas inscrições para avaliadores externos. Aqueles que forem incluídos nesta primeira fase do SAEME participarão de uma oficina de capacitação, por dois dias. As escolas médicas participantes receberão login e senha para preenchimento do instrumento de avaliação online. São reservados 90 dias para o preenchimento.

Etapa de análise (janeiro e fevereiro e 2016) – Análise pela Comissão de Acreditação e pelo grupo de avaliadores externos das respostas ao instrumento de avaliação e das evidências apresentadas, previamente à visita.

Etapa de visitas (fevereiro a maio de 2016) - O grupo de avaliadores externos visita a instituição de ensino e seus diferentes cenários de aprendizagem e se reúne com discentes, docentes, grupo técnico e dirigentes, além de representantes da comunidade e da rede de saúde local para complementar sua avaliação e subsidiar a elaboração do seu relatório. As visitas têm a duração de três dias.

Etapa de emissão do parecer final (maio a junho de 2016) – A comissão de acreditação analisará os relatórios da visita de cada curso avaliado, com o seu perfil de indicadores de suficiência e insuficiência. Ao final deste processo cada curso receberá um parecer final de acreditação, que pode ser: curso de Medicina acreditado, acreditado com ressalvas e não acreditado. Antes da finalização do processo de acreditação a instituição de ensino pode solicitar recurso e nova avaliação.

Formação de rede de colaboração (julho de 2016) - Será realizada uma oficina com os representantes da Abem, do CFM e dos cursos de medicina avaliados, além dos avaliadores externos e da comissão de acreditação. O objetivo deste encontro será a formação de uma rede de colaboração entre os participantes, no que tange compartilhar suas áreas de excelência e como conseguiram superar os desafios exigidos para a qualificação da formação médica.

Etapa de continuidade (a partir de agosto de 2016) - Os resultados do primeiro ano do SAEME serão analisados, será feito o planejamento dos anos seguintes e estabelecida a sistemática definitiva de acreditação de cursos de medicina brasileiros.